Buscar
Estrutura de capital e política de financiamento: teoria e evidências no Brasil
Cód:
506_9786559561223

Por: R$ 49,90

Preço a vista: R$ 49,90

Comprar
Ao longo das últimas décadas, inúmeros estudos se dedicaram a avaliar a maneira pela qual as firmas financiam suas atividades e como tal decisão de estrutura de capital pode impactar seu valuation, sendo, portanto, um tópico de inexorável relevância para administradores e analistas do mercado financeiro. O presente trabalho faz uma ampla revisão acadêmica dos principais estudos sobre o tema, focando nas teorias do Trade-off e da Pecking-order, destacando os avanços mais relevantes no framework teórico e como as evidências empíricas corroboram ou não cada uma das conclusões dessas duas teorias.A partir dos dados empíricos, foram aplicados os principais estimadores de dados em painel, isto é, os estimadores de efeitos fixos, efeitos aleatórios, mínimos quadrados ordinários agrupados e primeira diferença, os quais foram comparados entre si por meio de diversos testes estatísticos e medidas de ajuste. Em um segundo momento, afim de identificar o comportamento das relações entre as variáveis sob diferentes níveis de benefícios fiscais e custos de bancarrota, elementos principais da teoria do Trade-off, foram estimadas diversas regressões quantílicas, inclusive o modelo de regressão quantílica penalizada com efeitos fixos proposto por Koenker (2004). Este modelo permite estimar funções quantílicas condicionais controlando para a heterogeneidade não-observada dos dados por meio da técnica de shrinkage. Esta aplicação é considerada inovadora para este tipo de trabalho, não tendo sido encontrado outro estudo com a aplicação deste modelo para o estudo da estrutura de capital.
Veja mais

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região