Buscar
História Econômica do Brasil Contemporâneo
Cód:
446_9788584042524

Por: R$ 117,90ou X de

Comprar
Este livro reúne pesquisadores de várias gerações para analisar o período mais transformador da nossa história econômica. A partir dos anos de 1930 o desenvolvimento tardio do capitalismo se acelerou, deslocando o eixo da acumulação da agroexportação para o mercado interno industrial; internalizando e integrando mercado de trabalho; concentrando renda e riqueza social e regionalmente; multiplicando população urbana e megalópoles; diversificando operariado industrial e classes médias ligadas a um patronato mais cosmopolita que nacionalista; diferenciando estilos de consumo; desmatando florestas para a fronteira agropecuária e mineral; apropriando territórios indígenas e quilombolas; abrindo espaços de investimentos externos; criando infraestruturas de energia, transporte, comunicações, habitação e educação em uma economia moderna, mas extremamente desigual. Os capítulos abordam as mudanças em ordem mais cronológica que temática, atentos ao caráter diverso dessa experiência. O eixo central é a política econômica, do desenvolvimentismo varguista ao neoliberalismo, o breve ensaio social-desenvolvimentista no século XXI até o golpe de 2016. Os problemas da dependência e do subdesenvolvimento aparecem na repetição de temas: como nos inserir na economia mundial? Quais tarefas admitidas ao Estado e ao capital estrangeiro? Que ponto a participação popular pode avançar no orçamento? Qual a tolerância com a pobreza e como se incentiva a diferenciação do consumo? Como e quem deve ocupar o território? Nas respostas, os autores evitam superestimar o papel de dirigentes e intelectuais nas estratégias, enquadrando-as nos grupos representados ideológica e politicamente. A ABPHE está, mais uma vez, de parabéns por propiciar aos leitores visões diversas, desta vez, sobre temas candentes do Brasil atual. — Pedro Paulo Zahluth Bastos, presidente ABPHE 2009-2011
Veja mais

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Quem comprou também comprou

Quem viu também comprou