Buscar
Cód:
140_9786586862027

Por: R$ 31,90

Preço a vista: R$ 31,90

Comprar
Parte da prosa autobiográfica de Marina Tsvetáieva (1892–1941), O diabo foi publicado primeiramente em Paris, em 1935, no número 59 da Sovremiennye zapíski (Notas contemporâneas), importante revista literária da emigração russa na França que funcionou de 1920 a 1940 e reuniu escritores como Andrei Biély, Ivan Búnin, Nadiejda Teffi, Vladímir Nabókov. O diabo reconstrói em prosa as lembranças de Marina Tsvetáieva de si mesma menina (até seus sete anos): Não vou falar daquilo que não aconteceu, pois a única finalidade, o único valor desses escritos está em sua identidade com o passado, na coincidência consigo mesma daquela meni- na, reconheço-o, esquisita, mas que existia. No entanto, o texto não é apenas um quadro vivo de sua infância, mas a interpretação mitologizada de sua vocação poética, como escreveu ?nna Kamiénskaia. A obra traz as impressões ambíguas, sensuais, sensoriais, literárias e pluriculturais da figura do diabo para Tsvetáieva. O Mycháty (como ela o chamava), que vivia no quarto de Valéria, sua meia-irmã, é dual e paródico: Um de meus primeiros medos secretos e dos terríveis segredos de criança (de minha infância) era: Deus-Diabo!. Não por acaso o texto tem a epígrafe Diabo liga com criança, uma expressão russa que denota atração de diferentes
Veja mais

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região